sexta-feira, 10 de junho de 2011

Não sou praticante, mas acredito em Deus.

Uma coisa que eu mesmo falei por muito tempo, e que escuto muitas pessoas falarem até hoje é algo do tipo: "Ah! mas eu acredito em Deus, só não tenho religião" ou então "Eu sou (alguma religião qualquer) não praticante". Bom, como disse no começo, eu mesmo falei isso por muito tempo, um dia lendo a Bíblia, paro no livro de Tiago e começo a ler o capítulo 2, e quando chego no versículo 19, vejam só que soco no estomago eu levo: "Você crê que existe um só Deus? Muito bem! Até mesmo os demônios crêem - e tremem!" (Tg 2:19). Vejam só que irônico não é? e você e eu ainda nos achávamos super intelectuais e críticos ao dizer aquelas coisas.
Bem o que eu quero dizer não é que você corra para uma religião, não é isso que o texto diz, e se eu te disse-se isso estaria sendo hipócrita, uma vez que eu mesmo não possuo nenhuma, mas o que o texto diz é que quando você abre a boca pra dizer que acredita em Deus, como se isso fosse o suficiente para encobrir o fato de você simplesmente não seguir nada do que ele diz, é perca de tempo, pois crer que ele existe, até os demônios crêem. Olha só o que Tiago fala mais a frente no versículo 26, ratificando o que já havia dito no versículo 12, no fim do capítulo: "Assim como o corpo sem espírito está morto, também a fé sem obras está morta". Compreendeu agora? sendo bem claro, se você só diz que acredita em Deus, mas não o segue, desculpa meu amigo, então sua fé está morta.
Sendo ainda mais direito, pra se acreditar em algo que não se vê ou mesmo se pode tocar, você precisa ter fé, e se a sua está morta, isso significa que você não crê. Que tal repensar as suas atitudes?

Chico Alencar.

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Futuro?

“Virei-me e vi todos os que estavam sendo oprimidos debaixo do sol, vi as lágrimas dos oprimidos e não havia quem os consolasse, de um lado estavam o poder de seus opressores e não havia quem pudesse confortá-los. São mais felizes os que já morreram do que os que ainda vivem. Melhor do que ambos é aquele que ainda não nasceu, aquele que não viu as obras más que se fazem debaixo do sol. Vi que todo trabalho e toda obra que o homem executa causa inveja no seu próximo. Isto também é vaidade e aflição de espírito” (Ec.4.1-4)

Como impedir a raiva no coração dos oprimidos?
Como colher a paz onde só plantaram a guerra?
Como experimentar o amor de árvores regadas com o ódio?
Criamos lobos e agora queremos viver com ovelhas!
Nos tornamos hedonistas, materialistas, cínicos, geradores de morte,
fome, atraso e injustiça! Progenitores de fanatismos doentes e letais!
Essa é a nossa humanidade! Essa é a nossa civilização!
Parece não haver limites para a irracionalidade humana!
E com certeza não há limites para a justiça de Deus!
(Fruto Sagrado - de Deus não se zomba.)

Reflita.

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Jon Foreman unplugged - Your Love Is Strong

Deus tem falado muito comigo esses dias... apenas para compartilhar...




domingo, 14 de março de 2010

FIDELidade

Esses dias eu presenciei um fato bizarro e no mínimo paradoxal, estava eu andando pela garagem a caminho do elevador quando me deparo com algo inusitado, um Prisma com um adesivo: FIDELidade com uma bandeira de cuba, ao me deparar com tamanha marmota fiquei quase que paralisado tentando entender o que um sujeito quis dizer ou mesmo o que um individuo deste tem na cabeça.

No mesmo instante me veio à mente que ele deve ter um celular, um computador, internet, e uma TV com um direito a TV a cabo e a uma informação politicamente democrática, e com certeza esse individuo nunca se deu ao trabalho de visitar ou mesmo pesquisar no Google sobre Cuba, afinal como alguém tão crente nos princípios de Fidel tem tudo isso?

Porque ele não vende tudo que tem e da para o governo brasileiro que é igualmente corrupto ao de Cuba, e começa a andar com chinelas de couro e blusas e calças de butique de esquina? Tenho certeza que um cara desses deve se achar o ser mais sábio e politizado do mundo por ter lido o primeiro capitulo, sinopse ou o prefacio do manifesto comunista, e anda com uma blusa pop do Che Guevara, e vota no PT, não deve ter mais do que 100g de nada na cabeça. Com tanta fome e miséria ao redor de nos mesmos ficamos com ideologias caducas que já estão mais que ultrapassadas pelo simples fato de ser cômodo de mais insistir em uma filosofia pensada por outros e arrumar todas as desculpas do mundo para não mover uma palha por elas.

É talvez eu tenha entendido o porque do adesivo....